Gotham Season 3 #1 Review

Com a terceira temporada de Gotham a começar no dia 19 de Setembro, ontem, vou começar a fazer a minha revisão dos momentos que considerei mais interessantes nos episódios à medida que forem saindo. 

Sendo sincero, não consigo sequer exprimir por palavras o quão ansioso estava para que Gotham voltasse, como podem perceber no meu post anterior sobre a série. Acho que só posso dizer: YEEEEEEES, FINALMENTEEE!!

A quem ainda não viu o episódio - SPOILER ALERT!

Entrando no episódio propriamente dito:

Gotham Season 3 #1 Review

Uma questão importante que se tem vindo a verificar na personagem de Bruce Wayne é o seu amadurecimento, tal como já tinha referido antes, isto devido aos treinos de Alfred e da sua crescente motivação para saber quem está por trás do que aconteceu em Indian Hill e de acabar com a corrupção que existe na Wayne Enterprises, a empresa do seu falecido pai. Neste episódio vimos exatamente isso quando Bruce reuniu os Diretores da empresa para lhes dizer que estava ciente do que se estava a passar e que sabia que quem planeou todos os anteriores acontecimentos estava presente na sala.

O Bruce manteve sempre uma cara séria e firme perante a situação, ainda assim não estava a ser levado a sério até Alfred intervir e reforçar o estatuto do Bruce - que momento épico:
Crowley: (laugh) A conspiracy theory... that's why we are all here?
Alfred: Excuse master Bruce. Pardon me sir, might I have your name, please?
Crowley: What?
Alfred: Your name! Please, sir.
Crowley: Crowley.
Alfred: Mister Crowley, did your parents ever teach you any manners?
Crowley: I... don't have to listen to this.
Alfred: OH BUT YOU DO, SIR. That is precisely the point that I am making.
(...)
Bruce: I wanna talk face to face. You have 24 hours to contact me or the information that I've gathered will be sent to every newspaper and television station in Gotham. Thank you for your time.

Posteriormente a esta situação é nos mostrada uma cena em que alguém que esteve presente na reunião conversa com uma mulher que usava uma máscara de coruja:
Bem, anteriormente também já tínhamos visto aquela sala cheia de indivíduos com máscaras como esta mulher - o que segundo a lore de Batman é a Court of Owls. A Court of Owls é uma sociedade secreta e muito perigosa composta pelas famílias mais ricas e antigas de Gotham, que através de dinheiro e dos seus assassinos controlam e têm influência política na cidade. Os seus assassinos são conhecidos como Talons - tal como deverá ser o indivíduo que luta com Alfred e rapta Bruce no final do episódio.

Isto sem dúvida que terá sido a parte mais importante do episódio, mas para terminar queria fazer alguns pequenos comentários sobre outras situações que mereceram a minha atenção:

1) Fish Mooney: Sinceramente nunca gostei da personagem, não compreendo o interesse de tê-la de volta e espero bem que não dure muitos episódios - sabendo também que as criaturas de Indian Hill precisam da droga que procuravam nos assaltos às farmácias pode ser que o meu desejo até se venha a concretizar... pls pls pls pls

Ainda neste ponto, numa situação que envolve a Fish, quando ela consegue confrontar Ms. Peabody, algumas das suas criaturas descobrem a presença da Ivy Pepper (Poison Ivy). A situação desenrola-se e a Fish manda uma das criaturas que consegue envelhecer as pessoas até à sua morte tocar na Ivy, ela foge e a Selina vai atrás dela para a tentar ajudar. Durante a cena a tal criatura consegue tocar na Ivy mas apenas por meros segundos até ela cair num cano - poderá ter-lhe tocado o tempo suficiente para ela ficar uma jovem-adulta e despertar o seus poderes? Vamos ver.

2) James Gordon: A personagem de James Gordon sempre me foi um pouco indiferente, mas aqui na série de Gotham tem um papel fulcral e como gosto do Ben McEnzie também gosto da sua personagem e do seu papel. Ainda assim, depois de ter descoberto que a sua ex Leslie tinha recomeçado a sua vida com outro homem, Gordon torna-se um bounty hunter (caçador de recompensas) - vemos Gordon derrotado pela vida, constantemente a beber em bares e a perseguir criminosos por recompensas monetárias - ok, eu compreendo que isso faz parte do seu processo, da sua experiência de vida até se tornar o grande Detetive Gordon e chefe da GCPD, mas não gosto nada deste momento dele, não aprecio o que se está a passar com a personagem e quero que ele volte à polícia rapidamente.

3) Butch e Tabitha: Acho super engraçado o romance que estes dois têm. O Butch fica totalmente sem palavas à frente de Tabitha, não diz coisa com coisa e parece que de alguma forma ela sente algum carinho por ele. O Butch manda os capangas reclamar o bar por estar situado no seu território só para a poder ver e ela parece achar isso romântico ao ponto da Barbara (meh, outra personagem que não aprecio) ficar com ligeiros ciúmes... muito bom!

Não comento sobre a personagem com aparência semelhante ao Bruce porque confesso que desconhecia a sua existência - no entanto já li algumas coisas em que dizem que poderá ser um irmão gémeo de Bruce (Thomas Wayne Jr.) ou até um ancião da família Wayne ressuscitado pela Indian Hill por ordem da Court of Owls. Parece que tal como vocês terei que esperar para perceber o que querem fazer com a personagem, mas estou bastante curioso.

E vocês o que acharam deste primeiro episódio? Parece que a série promete!!

Popular posts from this blog

Welcome Dragon Ball World!

Naruto Shippuden 478: O Símbolo da União

Evento Pokémon GO - Worldwide Bloom!